Pesquisa
Últimas Postagens
Nota de Esclarecimento
Visitando Hospital Regional com Janaina Riva!
Sorteio de ingressos!
Leilão Virtual Solidário!
Conheça as atribuições do Vereador!
Vereador Brandão auxilia a IFMT de Sinop!
Gabinete Virtual ATUANTE!
Tarumãs em paz!
Deputado na Câmara!
Pôr do Sol Cultural!
Hospital Regional de Sinop!
Cultura no domingo!
Parceria de sucesso!
Esteja em contato com Vereador Brandão!
Obra do Corró em andamento!
IML de Sinop esta abandonado!
DEFESA DOS ARTISTAS LOCAIS!
Por uma cidade LIMPA!
S.O.S Tarumãs!
Pesar - Taciana Balth Jordão!
Mais efetivo da PRF para Sinop!
Só com educação, só pela educação!
MAIS UMA VITÓRIA - Assistentes Sociais!
Exemplo de Policial!!!
Lei do Trote Acadêmico não está sendo cumprida
Deu no Rd News!
“Corró” da delegacia será reformado com recursos da prefeitura
Parabéns Oraica!
Corró!!!
Seis hábitos que podem estragar seus dentes
Facebook enfrenta processo nos EUA por função de marcar fotos
5 cuidados para não perder seu dinheiro ao investir em franquias baratas
Lei autoriza microempreendedor a usar residência para sediar empresa
OAB oficia Anatel sobre franquia de internet fixa
Setor de serviços piora em abril e demite mais
Lote de teste da 'pílula do câncer' fica pronto
Novas formas de trabalho precisam de regulação, defendem especialistas
Gestores ainda têm resistência em contratar pessoas com deficiência no Brasil
UTI’s do Hospital Regional serão desmontadas amanhã
Eleições 2016: prazo para tirar título de eleitor se encerra em 4 de maio
Sancionado lei que libera a FOSFOETANOLAMINA!
Minha manifestação contra a corrupção!
Coalizão Não Fracking em Curitiba!
Visitando Instituto de Turismo de Curitiba!
Feira do Largo da Ordem em Curitiba!
Visita à Prefeitura de Curitiba!
Visita à FIEP!
Palestra sobre Corrupção!
Secretaria de Administração!
Vila Militar começa a sair do papel!
Decisão em grupo!
Trabalhos da CPI dos aluguéis!
CPI dos alugueis (13/01)
CPI dos aluguéis
Parabéns Pastores Presbiterianos!
CENA LAMENTÁVEL!
Matérias que apresentaremos hoje (30/11/2015)
Indicação pela vida!
Juiz determina que USP forneça 'pílula do câncer' a paciente de Sinop
Hospitais de SP vão testar a fosfoetanolamina em mil pacientes!
04 Maio
Setor de serviços piora em abril e demite mais
 Publicado por Fernando Brandão em 04.05.2016 às 13:00

SÃO PAULO (Reuters) - A atividade do setor de serviços do Brasil voltou a apresentar forte deterioração em abril, em meio às intensas demissões e que levaram à redução de preços pela primeira vez em um ano e meio, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) divulgada nesta quarta-feira.

O PMI de serviços do Brasil caiu a 37,4 em abril, contra 38,6 em março, segundo nível mais baixo em mais de nove anos de coleta de dados, permanecendo bem abaixo da marca de 50 que separa crescimento de contração.

"As perspectivas econômicas continuam sombrias quando existe tanta incerteza no mercado. As reformas econômicas não devem fazer parte da agenda dos políticos até que seja alcançado um resultado sobre o impeachment no Senado", disse a economista do Markit Pollyanna De Lima em nota, referindo-se ao processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff.

As empresas de serviços tentaram em abril atrair novos clientes oferecendo descontos, mostrou a pesquisa, apesar de mais um aumento nos custos de insumos.

Segundo o Markit, os preços médios de venda foram reduzidos pela primeira vez desde outubro de 2014, caindo nas áreas de Hotéis e Restaurantes, Aluguéis e Atividades de Negócios e Transportes e Armazenamento.

Os entrevistados citaram a fragilidade econômica no país como fator para a queda da produção de serviços em abril, com forte contração no volume de entrada de novos trabalhos, destacadamente no setor de Correios e Telecomunicações.

A demanda no país vem sendo afetada pelo impasse político, pela piora no otimismo dos clientes e pela recessão econômica, de acordo com a pesquisa.

Buscando diminuir custos, as empresas de serviços reduziram o nível de emprego em abril pela taxa mais forte já registrada na pesquisa, com os cortes acelerando em todos os seis subsetores acompanhados, afetando também o consumo.

"O desemprego mais alto deve agravar ainda mais a demanda doméstica nos próximos meses", alertou Pollyanna.

Ainda assim, o otimismo entre os fornecedores de serviços no país melhorou, diante das expectativas de que as crises econômica e política vão terminar.

O grau de otimismo chegou ao maior nível em sete meses, com mais da metade dos entrevistados esperando crescimento da produção ao longo do próximo ano.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) já havia apontado melhora de seu Índice de Confiança de Serviços (ICS) do Brasil em abril, devido também à alta das expectativas.

Com a piora também do setor industrial, o PMI Composto brasileiro atingiu em abril o menor nível da série, de 39,0, contra 40,8 em março.


E-mail: